12.7.07

A diferenca entre o antigamente e o agora!

Acredito que muitos de vós já leu este texto, é mais um daqueles que recebemos no nosso mail e reencaminhamos. Mas ao rele-lo pareceu-me adequado para o colocar aqui... Porque acredito que cada um de nós se reve neste texto... As nossas brincadeiras eram reais, nao eram um jogo de PSP ou Nintendo, repiravamos ar puro (ou menos puro, lol) nao ficavamos encafifados em casa agarrados ao PC ou à TV, queriamos mesmo era sair, nao estar em casa... Brincar, fazer o belo do pure com terra e agua, hoje alguem diria "Q nojo! Tas todo sujo!", mas isso é que tinha piada... Chegar a casa antes de tocar as Trindades (lembram-se?) e com medo do raspanete que iamos levar... agora nem se podem desviar mais que 100m da casa que já pensam que foi raptado! O que nao deixa de ser uma preocupacao porque isso acontece mesmo, infelizmente! Tinhamos liberdade total... qual telemovel, qual que! Se quisessemos que nao nos encontrassem, nao nos encontravam! lol
E as escapadelas dos bailes para "convivermos" uns com os outros... Bate a saudade! Mal sabiamos nós que TODA a gente percebeu, excepto nós que pensavamos estar a ser discretos lol

Deliciem-se com o texto:
"Nasceste antes de 1986? Então lê isto... Se não... lê na mesma.. Esta merece!
Nascidos antes de 1986. De acordo com os reguladores e burocratas de hoje, todos nós que nascemos nos anos 60, 70 e princípios de 80, não devíamos ter sobrevivido até hoje, porque as nossas caminhas de bebé eram pintadas com cores bonitas, em tinta à base de chumbo que nós muitas vezes lambíamos e mordíamos. Não tínhamos frascos de medicamentos com tampas "à prova de crianças", ou fechos nos armários e podíamos brincar com as panelas. Quando andávamos de bicicleta, não usávamos capacetes. Quando éramos pequenos viajávamos em carros sem cintos e airbags, viajar á frente era um bónus. Bebíamos água da mangueira do jardim e não da garrafa e sabia bem. Comíamos batatas fritas, pão com manteiga e bebíamos gasosa com açúcar, mas nunca engordávamos porque estávamos sempre a brincar lá fora. Partilhávamos garrafas e copos com os amigos e nunca morremos disso. Passávamos horas a fazer carrinhos de rolamentos e depois andávamos a grande velocidade pelo monte abaixo, para só depois nos lembrarmos que esquecemos de montar uns travões. Depois de acabarmos num silvado, aprendíamos. Saíamos de casa de manhã e brincávamos o dia todo, desde que estivéssemos em casa antes de escurecer. Estávamos incontactáveis e ninguém se importava com isso. Não tínhamos PlayStation, X Box. Nada de 40 canais de televisão, filmes de vídeo, home cinema, telemóveis, computadores, DVD, Chat na Internet. Tínhamos amigos - se os quiséssemos encontrar íamos á rua. Jogávamos ao elástico e à barra e a bola até doía! Caíamos das árvores, cortávamo-nos, e até partíamos ossos mas sempre sem processos em tribunal. Havia lutas com punhos mas sem sermos processados. Batíamos ás portas de vizinhos e fugíamos e tínhamos mesmo medo de sermos apanhados. Íamos a pé para casa dos amigos. Acreditem ou não íamos a pé para a escola. Não esperávamos que a mamã ou o papá nos levassem. Criávamos jogos com paus e bolas. Se infringíssemos a lei era impensável os nossos pais nos safarem. Eles estavam do lado da lei. Esta geração produziu os melhores inventores e desenrascados de sempre. Os últimos 50 anos têm sido uma explosão de inovação e ideias novas. Tínhamos liberdade, fracasso, sucesso e responsabilidade e aprendemos a lidar com tudo. És um deles? Parabéns! Passa esta mensagem a outros que tiveram a sorte de crescer como verdadeiras crianças, antes dos advogados e governos regularem as nossas vidas, "para nosso bem". Para todos os outros que não têm idade suficiente pensei que gostassem de ler acerca de nós. Isto, meus amigos é surpreendentemente medonho... E talvez ponha um sorriso nos vossos lábios. A maioria dos estudantes que estão hoje nas universidades nasceu em 1986. Chamam-se jovens. Nunca ouviram "we are the world" e uptown girl conhecem de westlife e não de Billy Joel. Nunca ouviram falar de Rick Astley, Banarama ou Belinda Carlisle. Para eles sempre houve uma Alemanha e um Vietname. A SIDA sempre existiu. Os CD's sempre existiram. O Michael Jackson sempre foi branco. Para eles o John Travolta sempre foi redondo e não conseguem imaginar que aquele gordo fosse um dia um deus da dança. Acreditam que Missão Impossível e Anjos de Charlie são filmes do ano passado. Não conseguem imaginar a vida sem computadores. Não acreditam que houve televisão a preto e branco.

Agora vamos ver se estamos a ficar velhos:
1. Entendes o que está escrito acima e sorris.
2. Precisas de dormir mais depois de uma noitada.
3. Os teus amigos estão casados ou a casar.
4. Surpreende-te ver crianças tão á vontade com computadores.
5. Abanas a cabeça ao ver adolescentes com telemóveis.
6. Lembras-te da Gabriela (a primeira vez).
7. Encontras amigos e falas dos bons velhos tempos.
8. Vais encaminhar este e-mail para outros amigos porque achas que vão gostar. "

4 comentários:

- - pedro242 - - disse...

gostei do texto, mas quem escreveu isso era mais da década de 60, não ? :) :)

eu estou velho e reconheço alguma verdade no texto, mas não com tanto dramatismo, especialmente com os pontos 4,5,6.

já agora, noitadas, o que é isso ?

- - pedro242 - - disse...

só mais uma coisa:

"Nunca ouviram "we are the world" e uptown girl conhecem de westlife e não de Billy Joel. Nunca ouviram falar de Rick Astley, Banarama ou Belinda Carlisle. Para eles sempre houve uma Alemanha e um Vietname. A SIDA sempre existiu. Os CD's sempre existiram. O Michael Jackson sempre foi branco. Para eles o John Travolta sempre foi redondo e não conseguem imaginar que aquele gordo fosse um dia um deus da dança."

GRAÇAS A DEUS QUE ELES NÃO SABEM O QUE É ISSO, XIÇA ...até fico envergonhado de pensar nisso. :)

Marl disse...

É bem capaz Pedro, mas mesmo assim há coisas com as quais me identifico... :)

Pelo menos a geracao de hoje ja n tem de passar por ouvir Banarama ou o Michael! lol

bjs

Anónimo disse...

Ixi, nada a ver Marl. Eu tenho doze anos, nasci em 1998, e amoo o Michael Jackson.tenho um monte de músicas dele no meu celular, embora eu adore o meu celular (kkk') eu amaria muito mais ter nascido nessa época.isso é que era bom de verdade.eu ainda peguei um pouco de brincar de powerangers com meus primos, rsrsrs, e era o máximo!gostava de teletubies, e não gosto de ter nascido nessa época.a maioria das garotas que eu conheço ficam (pra quem ñ sabe é beijar) com um monte de garotos muitas vezes uns cinco anos mais velhos, e eu sinceramente odeio isso...são super atiradas!Deus me livre, elas acham divertido...sem ofensas ,mas eu acho que são vagabundas...fikem com Deus!